Tony Blair na Expert 2020: mundo após a pandemia, Brexit e soluções para países emergentes.

tony blair expert 2020

Tony Blair na Expert 2020: mundo após a pandemia, Brexit e soluções para países emergentes.

Tony Blair na Expert 2020: mundo após a pandemia, Brexit e soluções para países emergentes. 640 427 Thomas Mendes

O encerramento do primeiro dia da Expert 2020 foi com Tony Blair, primeiro-ministro do Reino Unido entre 1997 e 2007.

Blair comentou sobre o que aprendeu durante sua trajetória no governo britânico. “A coisa mais difícil de governos é fazer as coisas acontecerem. A diferença entre dois países semelhantes irem bem ou mal é ditado pelo seu governo”, diz.

O fundador do Instituto para a Transformação Global também comentou quais ações devem ser adotadas pelos países emergentes para se tornarem eficazes.
“Se olharmos os mercados emergentes não é muito difícil ver o que devem fazer. Eliminar corrupção, garantir o estado de direito, ter regras transparentes para os investidores, permitir com que as empresas cresçam, oportunidades igualmente distribuídas pela população”, explica.
Blair ainda alertou para o perigo do populismo. “Numa era de descontentamento, as pessoas estão mais suscetíveis ao populismo”. Para ele, o populismo não traz soluções para problemas práticos.
Também destacou que é preciso entender a diferença entre populismo e governo populares. “Os políticos têm que ser pessoas populares, seja de esquerda ou de direita”, complementa.
Educação e tecnologia
Durante a conversa com o Estrategista-chefe e Head de Research da XP, Fernando Ferreira., Blair afirmou a importância da educação para que as sociedades se tornem mais igualitárias.

Ele ainda trouxe um apontamento importante sobre a tecnologia. Apesar de considerá-la um fator importante de desenvolvimento para os países, ela pode ser uma armadilha para o mundo.
“Tecnologia traz consigo uma grande oportunidade, mas também um grande risco: não causar uma divisão social no mundo”, comenta.

Coronavírus

O antigo primeiro-ministro do Reino Unido também falou sobre a atual pandemia do coronavírus. “A minha teoria sobre o Covid é que tudo que havia antes da crise estará presente após a crise, exceto que será muito maior e muito mais acelerado”, comenta.

Blair destacou que alguns setores terão prejuízos duradouros. “Algumas empresas durante alguns anos não serão lucrativas. Companhias áreas, setores de hotéis e restaurantes vão levar um tempo para se recuperar. Terão outros setores que vão se acelerar, principalmente as indústrias que trabalham em cooperação de tecnologia”, disse. Ele também comentou que o varejo deve se sair bem após a pandemia.

Blair ainda mostrou preocupação em relação ao agravamento da desigualdade social. “A pandemia vai afetar os mais pobres”, complementa.

China x EUA

A relação entre a China e países ocidentais, principalmente os EUA, também esteve em pauta. “Eu acho que essa relação será mais hostil, não vejo uma saída para isso”, complementa.

Brexit

Contrário ao Brexit, ele se mostrou temerário com a falta de um novo acordo do Reino Unido com a União Europeia. “Temos que tentar negociar até o final deste ano um novo acordo comercial. Até o momento, ainda não negociamos e os dois lados estão distantes. Portanto, há um risco que o Reino Unido saia sem um acordo”, diz.

Gostou do primeiro dia do evento! Amanhã vamos ter muito mais conteúdo, então não deixe de acompanhar nosso Instagram para estar de olho na programação!