Selic a 9,25% ao ano. O que muda nos investimentos?

08 de dezembro de 2021 AssessoriaInvestimentos Básico

  • SVN Invest
  • SVN Invest

    Editor

Selic a 9,25% ao ano. O que muda nos investimentos?

Priscilla Arroyo — 

Na última reunião do ano, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) elevou, nesta quarta-feira (08), a taxa básica de juros em 1,50 ponto percentual, que passou de 7,75% para 9,25% ao ano. Essa é a sétima alta consecutiva da Selic

Em meio às incertezas políticas e o lento processo de retomada da economia depois do período de isolamento social, o Banco Central (BC) mantém o ritmo de subida dos juros para controlar a inflação, que acumula alta de 10,67% nos últimos 12 meses. 

Vale relembrar que em janeiro, a taxa básica de juros estava em 2% ao ano – o menor patamar da história. Na prática, a alta dos juros tem impacto direto na rentabilidade dos investimentos.

Investimentos com a Selic a 9,25% ao ano

Os investimentos que mais se beneficiam com o aumento da Selic estão no grupo de renda fixa, com destaque para os títulos atrelados ao Certificado de Depósito Interbancário (CDI) e alguns papéis do Tesouro Direto – como o “Tesouro Selic”. 

Ou seja, em meio a este ciclo de alta da Selic, os investimentos mais conservadores, em tese, ficam mais atrativos – alguns já entregam retorno de 1% ao mês. No entanto, a inflação deve sempre ser considerada nos cálculos de rentabilidade.

Embora os juros estejam avançando, a inflação oficial do País medida pelo IPCA também segue em elevação. Em outubro, a alta foi de 1,25%. 

Como fica o rendimento das aplicações com a Selic a 9,25% ao ano? 

Fonte: Banco Central, IBGE, SVN. Cáclulo: Rafael Hek
*Valores consideram dedução de 17,50% de Imposto de Renda após 12 meses.

Para saber quais são as melhores opções de investimentos nesse novo cenário, entre em contato conosco!