O sentimento mais forte na SVN é o de família

11 de agosto de 2021 Sobre a SVN Básico

  • SVN Invest
  • SVN Invest

    Editor

O sentimento mais forte na SVN é o de família

Felipe M. Piller

A SVN Investimentos tem 15 anos de história, que é formada pela união dos caminhos das 295 pessoas que formam o time.  Lucas Paulino, sócio e head do Digital, apostou no projeto lá atrás, e hoje comemora essa decisão. “O sentimento mais forte que sinto dentro da SVN é de família”, diz.

A trajetória profissional de Lucas começou cedo. Um de seus primeiros trabalhos foi ajudar o pai, que era mestre de obras, a edificar paredes. Não demorou para buscar outra ocupação na fábrica de etiquetas do seu primo, onde ficou por seis anos. “Entrei para ajudar no que fosse preciso e depois de três anos conquistei o cargo de designer gráfico”, diz. 

Para dar um passo à frente na vida profissional, decidiu cursar ciências contábeis na Universidade Estadual de Maringá (UEM). Durante esse período, ele recebeu o convite para trabalhar em um escritório de investimentos (à época concorrente). “Enxerguei ali a chance de me formar ali como assessor. Não pensei duas vezes”, afirma.

Durante uma tarde comum, enquanto prospectava clientes, Lucas conheceu Felipe Bernardes, sócio-fundador da SVN. “Ele apareceu na porta do meu escritório para perguntar quem estava pegando os clientes deles”, lembra. O encontro se traduziu em uma relação amigável.

Lucas casou, e o escritório que ele trabalhava passou por uma fusão – ele se mudou com a família para  Porto Alegre (RS). 

Em busca de um propósito 

A mudança na empresa trouxe à tona um antigo desejo que Lucas compartilhava com os seus dois sócios: dar mais atenção ao tema da educação financeira. No entanto, o novo modelo do escritório – depois da fusão – não era favorável para começar esse plano. “Decidi, então, deixar a minha carteira de clientes com a empresa para começar um novo projeto”, diz. 

Esse foi o momento que antecedeu a criação do “Mais Retorno”, site de educação financeira e escritório de investimentos, o qual ele é um dos fundadores. Em 2020, a empresa se tornou parceira da SVN. “Conversando com o Felipe e com o Caio, concluímos que nos unindo teríamos uma estratégia muito mais forte”, diz. O negócio o trouxe de volta para Maringá. 

A sua volta marcou também a convivência diária com a equipe da SVN. “Fui muito bem acolhido. O sentimento mais forte na SVN é o de família”, afirma. Hoje, Lucas se dedica em tempo integral à sua função de head do Digital na SVN.

Planos pro futuro

“Nosso principal objetivo é fazer as pessoas darem certo o mais rápido possível”, diz ele, que replica no digital a tradicional cultura da SVN: serviço personalizado de acordo com os objetivos e o perfil de cada cliente.