O que é Tesouro prefixado? 

28 de janeiro de 2022 AssessoriaInvestimentos Básico

  • SVN Invest
  • SVN Invest

    Editor

O que é Tesouro prefixado? 

Alessandra Taraborelli — 

Se você é uma pessoa mais conversadora, com certeza você vai gostar de conhecer o Tesouro Prefixado, um título público emitido pelo governo Federal, que usa o dinheiro arrecadado para  investir em vários setores, como educação, infraestrutura, saúde, entre outros. Em momentos de crise ou de redução de impostos, esta é uma ferramenta utilizada pelo governo para se capitalizar e dar continuidade aos seus investimentos. 

O Tesouro Prefixado é negociado dentro de uma plataforma virtual de negociação chamada Tesouro Direto, onde é possível comprar ou vender os títulos. Nesse processo há a participação da Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC), que faz parte da B3, bolsa de valores do país. 

Além da CBLC, que faz a custódia do título, é preciso abrir uma conta em uma corretora, que será responsável por intermediar as operações no Tesouro Direto. 

Além do Tesouro Prefixado, também é possível investir no Tesouro IPCA e no Tesouro Selic, mas hoje vamos focar no prefixado. 

Como funciona a rentabilidade?

A principal característica do Tesouro Prefixado é saber o quanto você irá receber de rentabilidade no momento que faz o investimento. A taxa de juros é fixada no dia da aplicação e não sofre nenhuma alteração. 

O Tesouro Prefixado pode ser de dois tipos: Letra do Tesouro Nacional (LTN) e o Nota do Tesouro Nacional Série F (NTN-F). 

O que é Tesouro Prefixado com juros semestrais? 

Já o NTN-F a principal diferença é que ele paga juros semestrais, ou seja, o rendimento do investimento vai entrando na sua conta a cada seis meses e não somente no vencimento do título.  Já o valor investido, só será liberado no final da transação. 

No caso do LTN, você precisa esperar até o dia do vencimento para ter os rendimentos. 

Vale lembrar, que o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) incide sobre os primeiros 30 dias da aplicação. Já o Imposto de Renda (IR) é cobrado de forma regressiva, ou seja, quanto mais tempo o dinheiro fica investido, menor é o imposto. 

Além disso, existe uma taxa de custódia cobrada pela B3 de 0,15% a cada semestre sobre os rendimentos. 

Quais vantagens de investir em tesouro prefixado?

Entre as vantagens desse tipo de investimento, é que ele possui taxa pré-determinada, portanto, o investimento não fica exposto à variação de “humor” do mercado ao longo do período. 

Além disso, como são títulos com liquidez diária, eles podem ser resgatados antes do prazo de vencimento. Para isso, o investidor terá que revender o título no mercado secundário e, neste caso, o valor do título fica sujeito às condições econômicas do momento da revenda, o chamado marcação a mercado. 

Outro grande diferencial é que o risco é praticamente nulo. Por se tratar de títulos do Governo, a chance de default, ou quebra do Estado, é mínima. 

Dicas para investir no Tesouro Prefixado

– Confirme a taxa de rentabilidade do título;

– Não esqueça que serão cobrados Imposto de Renda e Imposto sobre Operações Financeiras;

– Escolha um título com vencimento dentro dos seus objetivos; 

– Invista um valor que não fará falta para você;

– Certifique-se que a instituição escolhida para investir está habilitada para intermediar essa operação.

A mesa de renda fixa da SVN conta com profissionais qualificados para aconselhar as melhores estratégias de acordo com o perfil e os objetivos de cada investidor. Entre em contato com um de nossos assessores.