O que é RDB?

08 de fevereiro de 2022 AssessoriaInvestimentos Básico

  • SVN Invest
  • SVN Invest

    Editor

O que é RDB?

Alessandra Taraborelli –

Você já pensou em emprestar dinheiro para um banco? Provavelmente, não, mas pode ser que você já tenha feito isso e nem saiba. Isso é possível por meio de RDB, ou Recibo de Depósito Bancário. 

O RDB é um título de renda fixa privado emitido pelos bancos. Ou seja, ao investir num RDB o cliente está emprestando dinheiro para a instituição financeira que em troca paga uma remuneração por este dinheiro no final de um determinado prazo estipulado pelo banco. 

Qual a diferença entre RDB e CDB?

Assim como o RDB, o CDB (Certificado de Depósito Bancário) também é um título privado emitido por bancos. Os dois títulos são considerados investimentos seguros, têm a rentabilidade e o prazo de vencimento determinados pelos emissores. 

A principal diferença entre os dois títulos, é que o RDB tem menos liquidez, já que o valor investido e a rentabilidade só podem ser resgatados no dia do vencimento. Já o CDB tem liquidez diária e pode ser resgatado a qualquer momento. 

Outra diferença é que o CDB pode ser revendido para outro investidor, o que não pode acontecer com o RDB. Segundo o Banco Central (BC), os RDBs são inegociáveis, portanto, não podem ser transferidos para outros titulares e nem vendido a um investidor secundário. 

Por ser um título com menor liquidez, os valores mínimos de investimentos e a rentabilidade costumam ser maiores. Ao contrário dos CDBs, que a maioria dos bancos oferece aos seus clientes, o RDB é mais difícil encontrar instituições financeiras que trabalham com esse papel. 

Quais vantagens e desvantagens do RDB?

Uma das vantagens do RDB é que ele é um título seguro, pois ele é coberto pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Ou seja, em caso de calote da instituição financeira, o investidor é ressarcido em até R$ 250 mil por CPF e instituição financeira. Outra vantagem é que ele tem pouco risco, por se tratar de um título de renda fixa. 

Por outro lado, o fato de ter pouco risco também significa uma remuneração menos atrativa do que outros ativos que possuem um pouco mais de risco. Além disso, o papel é atrelado ao CDI (Certificado de Depósito Interbancário) que, geralmente, fica um pouco abaixo da taxa Selic – taxa básica de juros.

Antes de investir neste tipo de papel é importante ter definido o objetivo do seu investimento para decidir por uma opção com mais ou menos risco e também levar em consideração o prazo de investimento, já que neste caso, não é possível resgatar o RDB antes do vencimento.

Imposto de Renda sobre RDB

É cobrado sobre o valor do rendimento do investimento o Imposto de Renda (IR) e o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). Não são cobradas outros tipos de taxas. O valor do IR varia conforme o prazo da aplicação, ou seja, quanto mais tempo o dinheiro fica investido, menor e a alíquota que incidirá sobre o rendimento. 

Tabela de IR: 

Até 180 dias – 22,5%

Entre 181 dias até 360 dias – 20%

Entre 361 dias até 720 dias – 17,5%

Acima de 720 dias – 15%

Já o IOF incide sobre os rendimentos resgatados num prazo inferior a 30 dias. 

Como investir em RDB?

A primeira coisa é se certificar que está escolhendo uma instituição financeira idônea. Feito isso, você precisa abrir uma conta de investimento apresentando RG, CPF e comprovante de residência. O valor mínimo do investimento depende de cada banco. 

A mesa de renda fixa da SVN conta com profissionais qualificados para aconselhar as melhores estratégias de acordo com o perfil e os objetivos de cada investidor. Entre em contato com um de nossos assessores.