O que é análise fundamentalista?

21 de julho de 2021 InvestimentosMercados Básico

  • SVN Invest
  • SVN Invest

    Editor

O que é análise fundamentalista?

Beatriz Lopes

Análise Fundamentalista é o estudo do desempenho e das perspectivas financeiras de uma empresa. O seu objetivo é reunir informações do negócio e analisá-las de maneira que o investidor entenda a dinâmica de operação da companhia e o seu potencial de lucro no médio e longo prazo. Em outras palavras, o investidor consegue avaliar o potencial de ganho e os riscos de comprar ações ou títulos da empresa pela qual se interessa.

Essas análises são feitas por especialistas e divulgadas por meio de relatórios aos investidores. Geralmente, o acesso a esses documentos é pago, e pode ser adquirido por pacotes nas casas de análise. Um dos principais pontos avaliados é o potencial de crescimento do lucro da companhia nos próximos anos, o que tende a refletir na valorização da ação.

As empresas são avaliadas a partir de três pilares:

Análise macroeconômica – Faz estudo do cenário macroeconômico no qual a empresa está inserida – o que considera o cenário econômico nacional ou regional avaliado por meio de indicadores de emprego, Produto Interno Bruto (PIB), índices de inflação, taxa de câmbio, taxa de juros e nível de renda – entre outros. Todos esses fatores afetam a atuação da companhia, e ajudam a traçar as perspectivas para o negócio no médio e longo prazo.

Análise Setorial – São avaliados diferentes impactos de cada segmento da empresa. Para isto, consideram questões como incentivos governamentais concedidos a certos setores (e não a outros), regulamentações e até mesmo mudanças estruturais.

Análise da Empresa – Toda a área financeira do negócio é estudada para obter dados e informações.

Feito isso, é possível encontrar o valor real da empresa e assim, formular uma recomendação, ou não, de investimento.

Importância

Este serviço é conhecido por ser completo e abrangente, pois vários aspectos das ações são considerados e estudados de maneira aprofundada. Entretanto, a análise fundamentalista demanda tempo e conhecimento para ser bem executada, caso contrário, pode gerar resultados errados e prejudiciais ao investidor.

Além disso, a análise fundamentalista é voltada para investimentos com foco a longo prazo. Por isso, o investidor precisa estar certo do que está sendo analisado em todos os elementos da carteira. 

Como funciona a Análise de Fundamentos

Nesta etapa, as empresas são estudadas mais detalhadamente, para atingir o objetivo final de descobrir o “valor intrínseco” das ações. 

É preciso que o analista entenda o potencial de crescimento, o nível de risco e a flexibilidade financeira de cada empresa.

Valor Intrínseco

O valor intrínseco é gerado após a consideração e análise de todos os fatores da empresa. No final, é quanto o analista acredita que vale o negócio em sua totalidade.

O valor encontrado pode ser maior ou menor do que as cotações do mercado de ações. Se for maior, é considerado bom momento para a compra das ações; se for menor, o mais indicado é escolher uma outra ação para o investimento. 

As informações necessárias para que o valor intrínseco seja gerado estão presentes nos seguintes documentos:

  • Balanço Patrimonial: Envolve os imóveis da companhia, aplicações financeiras, impostos a pagar, despesas com fornecedores , entre outros;
  • Demonstração do Resultado do Exercício (DRE): Necessário envolver um período específico, como um resultado a cada trimestre ou anual. Visa entender a performance da empresa, pois resume as receitas obtidas e despesas realizadas para ver o lucro ou prejuízo. 
  • Demonstrativo do Fluxo de Caixa (DFC): Apresenta como o saldo da empresa mudou ao longo do tempo. Leva em conta as atividades operacionais, as atividades de financiamentos e as atividades de investimentos.