5 de fevereiro de 2019

Marcelo Melo, um dos melhores tenistas do Mundo, esteve em Maringá para um bate-papo com clientes da SVN Investimentos

“É um orgulho enorme defender o Brasil”

Antes de embarcar para a Holanda, para iniciar as competições no calendário 2019 da ATP, o tenista Marcelo Melo, veio a Maringá para um bate-papo com convidados da SVN Investimentos, maior escritório no Paraná conveniado à XP Investimentos. O tenista brasileiro disputa, a partir do dia 11, ao lado do parceiro, o polonês Lukasz Kubot, a ATP 500 de Roterdã, em quadra rápida. “Eu estava em tratamento por causa de uma lesão e agora estou recuperado, retornando às quadras. São competições importantes daqui pra frente”, disse Marcelo Melo, escolhido, pelo segundo ano consecutivo, o melhor tenista do ano do Prêmio Brasil Olímpico, tradicional evento organizado pelo COB (Comitê Olímpico do Brasil). No ano anterior, o atleta comemorou duas vezes na premiação: como vencedor em sua modalidade e, também, no geral, como Melhor Atleta de 2017.

Durante o encontro, o tenista falou sobre a carreira no esporte e que o sucesso está ligado a boas práticas, a resiliência e persistência que os atletas e empresários de sucesso têm em comum para alcançar suas metas e desafios. O evento, que teve a participação de mais de 50 pessoas, foi nesta terça-feira (05 de fevereiro), na ATM – Academia de Tênis de Maringá.

Marcelo chegou ao topo do ranking mundial em 2013, quando conseguiu ficar entre os 10 melhores tenistas de duplas pela primeira vez.Ele atingiu esse feito ao lado do croata Ivan Dodig. Foi em 2015, no entanto, que conseguiu sua melhor temporada e chegou à liderança do ranking. Logo no início do ano, o tenista atingiu uma semifinal de Grand Slam, no Australian Open. Na sequência, disputou em outras três semifinais de Masters 1000.

Mas foi em Paris o grande momento de Marcelo Melo. Pela primeira vez desde Gustavo Kuerten, um brasileiro triunfou em Roland Garros. Com Dodig, o tenista venceu o torneio de duplas sobre os então melhores do mundo Bob e Mike Bryan.A liderança do ranking veio após vencer três torneios consecutivos: ATP 500 de Tóquio, Masters 1000 de Xangai e, finalmente, o ATP de Viena, onde o brasileiro se consolidou como número 1. Marcelo é o atual número 12 do mundo no ranking da ATP.

Depois que voltar da Europa, no dia 18, Marcelo fará sua sexta participação no Rio Open, ATP 500 no saibro do Jockey Club Brasileiro, torneio que joga desde a primeira edição, em 2014. Do Rio para o México, no ATP 500 de Acapulco, que começa no dia 25. Em 2018, Melo e Kubot chegaram até as quartas de final em Roterdã e no Rio, e não estiveram em Acapulco, em função de uma infecção de Marcelo que o afastou do torneio mexicano. “Todos sabem que é um orgulho enorme para mim, sempre, defender o Brasil”, completa.

O atleta, que é cliente da SVN Investimentos, ressaltou que a carreira de atleta é relativamente curta, por isso é preciso ter muito cuidado com o dinheiro que se conquista. “Não sou muito apropriado para falar em mercado financeiro. Meu negócio é o tênis. Por isso a gente precisa escolher muito bem quem vai tomar conta do nosso investimento. Meu momento agora é entender de alimentação, técnica, preparo físico e competições”, comentou Melo.

Felipe Bernardes sócio da SVN, Marcelo Melo e Caio Copetti sócio da SVN

Depois da conversa com o público, foram escolhidas 10 pessoas para jogar com Marcelo Melo. Um dos sortudos foi empresário e tenista Guilherme Tavares Iantorno. “Fico muito feliz com essa oportunidade. Tentei ser profissional. Morei na Argentina por quatro anos para me dedicar ao tênis e o Marcelo é um exemplo, um grande campeão. Bater uma bolinha com ele é gratificante, estou muito feliz mesmo”, finalizou.

Marcelo Melo e convidados.

Próximo post