• Home
  • Conteúdo.
  • Quais empresas brasileiras estão no índice de sustentabilidade do Dow Jones?

Quais empresas brasileiras estão no índice de sustentabilidade do Dow Jones?

30 de novembro de 2021 Bolsa de valoresESGÍndices Básico

  • SVN Invest
  • SVN Invest

    Editor

Quais empresas brasileiras estão no índice de sustentabilidade do Dow Jones?

Boris Bellini*

Dow Jones Sustainability Index é uma família de índices voltados a métricas ESG criada em Nova York, no ano de 1999. Também conhecida pela sigla DJSI, seu nome pode ser traduzido como Índice Dow Jones de Sustentabilidade. Ela é composta por carteiras voltadas a diferentes mercados. A World, por exemplo, recebe mais destaque, pois abrange empresas de todos os continentes. Também há índices regionais, como América do Norte, Europa, uma carteira dedicada ao Chile e outra voltada a mercados emergentes, a Emerging Markets.

Empresas selecionadas para o DJSI World são consideradas referências globais em métricas ESG para suas áreas de atuação. Tanto essa carteira quanto a de emergentes contam com companhias brasileiras. O Índice Dow Jones de Sustentabilidade é mantido pela S&P Dow Jones Indices em conjunto com a suíça RobecoSAM. Com sede em Zurique, a empresa de investimentos realiza pesquisas de sustentabilidade com companhias de todo o mundo.

Para fazer parte do DJSI, uma ação precisa integrar outro índice, o S&P Global Broad Market Index. Assim como no ICO2, um dos critérios para integrar o índice da Dow Jones é o free-float da empresa. Além disso, as companhias respondem a um questionário com cerca de 100 perguntas e, para sua análise, são utilizados por volta de 600 indicadores.

Também são estudadas informações públicas que as empresas divulgam para investidores. Com isso, os analistas mensuram aspectos como eficiência ecológica, código de ética, governança corporativa e defesa dos direitos humanos. A partir dessa análise, cada empresa recebe pontos em uma escala de 1 a 100.

O Dow Jones Sustainability Index é formado por 61 empresas de áreas de atuação diferentes. O DJSI oferece critérios de exclusão para contemplar o investidor que deseja não se expor a atividades polêmicas – como produção de armas, bebidas alcoólicas, tabaco ou trabalhos que envolvam apostas e conteúdo adulto.

O índice é revisado anualmente e qualquer empresa pode ser excluída se deixar de atender aos critérios. As companhias podem retornar em outro ano se melhorarem suas métricas ESG. Atualmente, o DJSI World é composto por 325 empresas, sendo 9 delas brasileiras. A lista 2021 foi divulgada em 12 de novembro de 2021.

Empresas brasileiras que compõem o DJSI World 2021

Bradesco (BBDC 3 e BBDC4)

O Bradesco compõe o Índice Dow Jones de Sustentabilidade desde 2006. Para o exercício atual, o banco obteve suas notas mais altas em categorias como Relacionamento com Clientes, Estratégia Climática, Inclusão Financeira, Direitos Humanos e Reporte Ambiental Social. Em investimento socioambiental, o Bradesco destinou mais de 900 milhões de reais em 2020, sendo a maior parte para esporte e educação por meio de sua fundação.

Banco do Brasil (BBAS3)

A primeira participação do Banco do Brasil no DJSI World aconteceu em 2012. No ano seguinte, surgiu a carteira Emerging Markets, e o BB passou a integrá-la também. Com a melhora da companhia no tema Finanças Sustentáveis, as participações foram renovadas nos últimos anos. A conquista serviu como base para um plano de ações voltadas a métricas ESG que devem ser adotadas pela companhia até 2030.

Itaú Unibanco (ITUB3 e ITUB4)

Único banco da América Latina a fazer parte do DJSI desde o surgimento do índice, o Itaú manteve o lugar em 2021. A empresa atingiu a melhor avaliação em Reporte Ambiental e Social, Mudanças Climáticas, Estabilidade Financeira e Risco Sistêmico, Políticas e Medidas Anticrime e Inclusão Financeira. Nos investimentos realizados, se destacou durante a pandemia pela destinação de R$ 1,2 bilhão para o combate à Covid-19.

Itaúsa (ITSA3 e ITSA4)

A holding de capital aberto, que conta com Itaú Unibanco entre seus principais investimentos, entrou para o DJSI no ano de 2003. Na época, a empresa era acompanhada no índice por apenas outras três companhias brasileiras: Itaú, Embraer e CEMIG. Em 2020, foram doados 100 milhões de reais para o combate à pandemia do coronavírus, assim como houve a adoção de medidas voltadas ao bem estar de seus colaboradores.

Klabin (KLBN3, KLBN4 e KLBN11)

Em 2020, a Klabin passou a integrar o DJSI em duas carteiras – World e Emerging Markets. A indústria de papel e celulose foi ainda a única empresa nacional convidada a integrar a COP26, conferência climática organizada pela ONU.

Lojas Renner (LREN3)

A varejista de moda conquistou sua terceira participação seguida no índice desenvolvido pela S&P Global. Com investimentos voltados para o impacto ambiental de suas atividades, a Renner conseguiu reduzir 36,75% de suas emissões de CO2 em 2020.

Cemig – Companhia Energética de Minas Gerais (CMIG3 e CEMIG4)

A Cemig está ao lado do Itaú como integrante do DJSI World desde a criação em 1999. A empresa ainda é a única não europeia do setor elétrico a integrar o índice. Em 2020, a companhia aplicou cerca de 12 milhões de reais em indicadores sociais e se manteve mais uma vez no índice Dow Jones de Sustentabilidade. Cemig e Renner são as únicas brasileiras da carteira que não integram o DJSI Emerging Markets.

Lojas Americanas (LAME3 e LAME4)

A varejista conta com seis comitês voltados a áreas de ESG, como o Comitê de Sustentabilidade – o mais ligado a essas métricas. Dessa forma, em 2021, a Americanas passou a integrar a carteira World do DJSI. A companhia também é listada no ICO2 B3, da Bolsa brasileira, desde a criação do índice em 2010.

Petrobras (PETR3 e PETR4)

A estatal brasileira é um exemplo de empresa que volta ao índice. Seu retorno aconteceu em 2021, após ter sido retirada em 2015. Os destaques ao ser reconsiderada para o DJSI World são as notas máximas nos critérios: Materialidade, Relatório Ambiental, Riscos Relacionados à Água e Relatório Social.

A SVN conta com uma mesa de renda variável com especialistas aptos para indicar as melhores opções de investimento de acordo com cada perfil. Entre em contato com um de nossos assessores.

*Sob supervisão de Priscilla Arroyo