Fundos Multimercados: o que são?

24 de agosto de 2021 Investimentos Básico

  • SVN Invest
  • SVN Invest

    Editor

Fundos Multimercados: o que são?

Felipe M. Piller

Fundos Multimercados colocam o capital dos cotistas em diferentes alternativas de investimento, variando entre opções de renda fixa e variável. Ou seja, é uma categoria de fundo que agrega diversos segmentos de aportes. O objetivo é buscar maior rentabilidade com risco controlado.

Quem administra o fundo é o gestor, que pode contar com uma equipe de especialistas para escolher e promover mudanças no portfólio. Os fundos multimercados são uma boa opção para diversificar a carteira, pois agregam em um só produto uma ampla variedade de ativos.

Fundos Multimercado: dinâmica

O gestor analisa e seleciona os tipos de ativos que irão compor o portfólio. A análise busca compreender diversas frentes, como o cenário macroeconômico e o setor que as empresas ou os ativos se relacionam, em busca das melhores oportunidades.

Cada fundo multimercado tem as suas próprias regras – como a porcentagem máxima investida em renda variável, se ele pode ou não ser alavancado, se tem no portfólio títulos de empresas, etc…

Os investidores confiam na capacidade do gestor para administrar o capital aplicado com base na sua análise e projeções. Essa flexibilidade dá ao administrador  autonomia para alocar dinheiro em alternativas que ofereçam maior rentabilidade e segurança, balanceando assim para equilibrar risco e retorno. 

Dessa maneira, é possível obter retorno com risco controlado, mesmo em períodos de crise. Alguns ativos específicos são beneficiados em épocas de crises – encontrar essas oportunidades é o papel do gestor. 

Tipos de Fundos Multimercados

Existem diferentes estratégias adotadas pelos fundos multimercados. As principais são: 

  • Macro – Fundos que operam em diversas classes de ativos (renda fixa, renda variável, moedas, etc). As decisões de investimento são baseadas no cenário macroeconômico, e podem ter horizontes de curto, médio ou longo prazo.
  • Long & Short – Fundos que operam no mercado de ações. 
  • A estratégia é ter uma posição comprada (conhecida como long, que aposta na alta de uma ação) casada com outra vendida (intitulada short, que aposta na queda de outra ação)
  • Investimento no exterior – Fundos que têm, no mínimo, 67% de seus recursos alocados no exterior – por isso são bem abrangentes.
  • Quantitativo – Fundos que utilizam da estratégia específica, desenvolvida por um time de investimentos. Muitas vezes utilizam de recursos tecnológicos e algoritmos para explorar padrões do mercado.
  • Multiestratégia – Fundos que podem assumir e adaptar a sua estratégia, sem se prender a uma específica das listadas acima. Ele pode assumir uma dessas estratégias com base em um cenário econômico e mudar de estratégia em um novo cenário. 

Vantagens dos Fundos Multimercados

Diversificar a carteira é uma das regras mais básicas de investir. E os fundos multimercados contribuem para promover essa variedade. Por isso, é uma categoria que pode ser indicada até para investidores “de primeira viagem”.

Outra vantagem é a praticidade, uma vez que o investodor não precisa seguir os diversos mercados contemplados no portfólio do fundo para avaliar se o investimento está satisfatório. Ele pode contar com um gestor para essa função. Por isso, é muito importante conhecer bem o administrador por meio de pesquisas sobre o histórico do profissional e indicações. 

Como uma categoria ampla, os fundos multimercados podem utilizar estratégias para todos os perfis de investidores: conservadores, moderados e agressivos. 

Interessado em investir em fundos multimercados? A SVN tem profissionais qualificados com o objetivo de buscar as melhores opções de acordo com o perfil e metas de cada investidor. Entre em contato com um de nossos assessores para mais informações.