Casal que cresce junto, enriquece junto

14 de junho de 2021 Dia dos Namorados basico

  • SVN Invest
  • SVN Invest

    Editor

Casal que cresce junto, enriquece junto

Beatriz Lopes

Doze de junho. O amor está no ar! É dia de agradar a pessoa amada com presentes, chocolates. Noite de um jantar romântico… Tudo o que for possível para quebrar a rotina e fazer deste um dia especial – mais que todos os outros. Os jovens casais comemoram a chegada do amor. Os mais velhos, a permanência dele. A data costuma trazer à tona reflexões de todo o caminho percorrido até o atual momento. As conquistas e os aprendizados. Toda a história construída por duas pessoas que decidem compartilhar a vida merece ser comemorada.

Afinal, ter alguém especial ao lado significa acolhimento, apoio, segurança. Em resumo: amor. Esse afago contribui para que as pessoas se tornem melhores a cada dia. Os casais crescem juntos – e tendem a enriquecer juntos também. Afinal, se o namoro vira casamento, tudo é dividido: cama, banheiro, tarefas cotidianas. E, claro, as finanças.

A prática do autoconhecimento ajuda muito nas relações amorosas e em todas as outras – inclusive com o dinheiro. Por isso, antes de fazer qualquer investimento, o namorado ou a namorada precisa entender o quanto de risco está disposto/disposta a se expor. O teste Suitability dá essa resposta ao apontar o perfil: conservador, moderado ou agressivo. Até aí, tudo certo. Mas como fazer quando o casal tem objetivos em comum, mas o apetite ao risco é diferente?

As pessoas têm histórias de vida distintas, e isso reflete na personalidade. Quanto mais alto o nível de autoconhecimento, maior a convicção de opiniões. Dito isso, vamos considerar os extremos: quando pensamos em um casal em que uma pessoa é conservadora, e a outra agressiva, só há um caminho possível para a convergência: o diálogo.

Essa é a história dos curitibanos Alexia Taques e Felipe Yared. Apaixonados, a arquiteta e o médico decidiram se casar há cinco anos. Durante a união oficial perceberam que uma das poucas coisas que não tinham em comum era a maneira de lidar com os investimentos. Ela, conservadora; ele, agressivo. Sem crise, conversaram e optaram por investir de maneira individual.

Para eles, a fórmula estava dando certo. Alexia mantinha o seu dinheiro no banco, enquanto Felipe testava as suas próprias estratégias fazendo operações individuais. “Até que um dia tive um desconforto com a minha gerente e decidi buscar alternativas para investir melhor”, conta Alexia. Esse foi o seu ponto de encontro com a SVN.

Não demorou muito para que Felipe se juntasse à SVN também. Fazem as reuniões juntos com o assessor. “Henrique nos explica tudo, tem muita paciência. Me sinto mais segura em relação aos aportes”, afirma Alexia.

Henrique Estela é o assessor que acompanha o casal. A relação deles vai além da mesa de atendimento. É nos encontros informais, como reuniões e jantares, que ele reforça a admiração pela determinação e consistência do casal.

Alexia e Felipe, clientes da SVN

“A Alexia é muito centrada, respeita o perfil e os limites dela. E o Felipe é extremamente determinado, sempre alcança a meta proposta”, diz. “Juntos, eles encontram o equilíbrio também nos investimentos”. O objetivo em comum é o elo dessa balança. O casal divide o sonho de construir do zero a casa que planejam em cada detalhe. Essa é uma das principais metas do plano de investimentos.

O ambiente confortável e de confiança que encontraram na SVN contribui para que pouco a pouco eles consigam convergir também no tema financeiro. “O Felipe me convenceu a começar a investir na Bolsa”, conta Alexia, com um sorriso. Antes de fazer o aporte, no entanto, ela teve uma importante conversa com Estela. “Alexia está sempre muito preocupada em medir os riscos e entender se já está preparada para lidar com a volatilidade”, diz o assessor.

No seu próprio tempo, e de maneira confortável, a arquiteta segue dando um passo de cada vez rumo a aportes com um pouco mais de risco. Felipe, por sua vez, segue aprendendo com a companheira uma lição para os investimentos e para a vida: economizar. “Esse é um ensinamento que ele por vezes se esquece. Mas estou aqui sempre para lembrá-lo”, brinca.

Descubra que o amor pode render!

A SVN comemora com você. Feliz Dia dos Namorados.