Carros de luxo híbridos ganham espaço no mercado brasileiro

20 de agosto de 2021 InvestimentosLuxo Básico

  • SVN Invest
  • SVN Invest

    Editor

Carros de luxo híbridos ganham espaço no mercado brasileiro

Felipe M. Piller

Aos poucos, os carros com fontes alternativas de energia ganham espaço no mercado brasileiro. De acordo com levantamento da Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), 1,4% da frota brasileira já é formada por veículos elétricos ou híbridos. 

Um automóvel híbrido possui dois motores, um de combustão – movido a  combustível fóssil, geralmente gasolina -, e outro elétrico, que auxilia para que o motor a combustão funcione com baixas rotações ou até mesmo nenhuma. Assim, essa categoria de automóveis reduz o consumo de combustível e diminui a emissão de poluentes. Ou seja, estão dentro do grupo de produtos considerados sustentáveis.

O mercado de luxo responde a essa demanda. Algumas das montadoras mais tradicionais do mudo já disponibilizam versões híbridas ou elétricas de clássicos automotivos.  Um exemplo é o Porsche Panamera Sport Turismo, que apresenta um motor híbrido com autonomia para percorrer 51 quilômetros sem combustão. 

Mas ele não é o único que desfila nas ruas do Brasil. Confira os detalhes desse modelo e de outros cinco carros híbridos que estão disponíveis para compra no mercado brasileiro:

Porsche Panamera Sport Turismo

Motor: 2.9 turbo V6 e o outro elétrico, fornecem juntos 462 cavalos (cv)

Fabricação: Alemanha

Autonomia Elétrica: 51 quilômetros

Preço: A partir de R$ 659 mil

BMW X5

Motor: 3.0 turbo e o outro elétrico, fornecem juntos 394 cv

Fabricação: Alemanha

Autonomia Elétrica: 48 quilômetros

Preço: A partir de R$ 597 mil

Volvo XC90

Motor: 2.0 turbo e o outro elétrico, fornecem juntos 407 cv

Fabricação: Suécia

Autonomia Elétrica: 50 quilômetros

Preço: A partir de R$ 454 mil

Range Rover

Motor: 2.0 16V e o outro elétrico, fornecem juntos 404 cv

Fabricação: Inglaterra

Autonomia Elétrica: 50 quilômetros

Preço: A partir de R$ 777 mil

Toyota RAV4

Motor: 2.5 16V e o outro elétrico, fornecem juntos 222 cv

Fabricação: Japão

Autonomia Elétrica: 67 quilômetros

Preço: A partir de R$ 271 mil

BMW Série 7

Motor: 3.0 turbo  e o outro elétrico, fornecem juntos 394 cv

Fabricação: Alemanha

Autonomia Elétrica: 58 quilômetros

Preço: A partir de R$ 657 mil

Investimentos

Um plano assertivo de investimentos pode possibilitar a compra de um carro elétrico ou híbrido. O tempo que o investidor vai demorar para colher a rentabilidade de R$ R$ 660 mil, preço médio dos modelos citados, vai depender do montante disponível para investir e da exposição ao risco que estiver disposto a tomar.

Para tornar esse exercício mais palatável, preparamos uma simulação teórica considerando que o investidor tenha R$ 5 milhões disponíveis para investimento. Listamos três cenários, considerando os perfis conservador, moderado e arrojado.

Confira os valores de rentabilidade:

1- Plano conservador

Rentabilidade média anual: 7%

Tempo estimado para alcançar R$ 660 mil: 24 meses

O investidor que optar pela segurança no plano de investimentos pode considerar colher uma rentabilidade média anual de 7%. Considerando essa base, ele demoraria dois anos para sacar a rentabilidade de R$ 660 mil e comprar uma BMW série 7, por exemplo. 

2- Plano moderado

Rentabilidade média anual: 9%

Tempo estimado para alcançar R$ 660 mil: 19 meses

Já o investidor moderado, que aceita ter uma parcela maior de risco no portfólio, pode considerar a rentabilidade de 9% ao ano – e diminuir o tempo para alcançar os R$ 660 mil para 19 meses. Ou seja, em menos de dois anos, ele poderia deslizar pelas ruas do Brasil com o seu silencioso Porsche Panamera

3- Plano arrojado

Rentabilidade média anual: 12%

Tempo estimado para alcançar R$ 660 mil: 14 meses

O investidor arrojado foca em acelerar a conquista do seu objetivo, por isso aceita correr mais riscos. Com uma rentabilidade anual média de 12%, ele demoraria 14 meses para acumular R$ 660 mil. Com o montante, poderia comprar o BMW X5. 

A simulação acima é meramente teórica. Para desenhar um plano customizado, é necessário entender o perfil de investidor, as metas de cada pessoa ou família e considerar o cenário econômico. Entre em contato com um assessor SVN para mais informações.